28 janeiro 2013

Pataniscas de polvo e rama de cenoura

Sou uma petisqueira, confesso. Gosto de salgadinhos de todo o tipo e não resisto a uma boa patanisca. Prefiro-as mais gordinhas e fofinhas. Evito-as muitas vezes por serem fritas mas quando o desejo fala mais alto não resisto. De bacalhau, de peixe, de feijão verde, de vegetais. Ou estas, de polvo, às quais juntei rama de cenoura. Ficaram boas, mas boas!  

 photo 2-7_zps5dadc245.jpg


Ingredientes: 1 cebola, 400g de polvo cozido (reserve a água da cozedura), 2 ovos grandes, 100g de farinha, 60ml de água da cozedura do polvo + 50ml de água, ½ chávena de rama de cenoura picada, 2 colheres de sopa de salsa picada, sal e pimenta preta moida na hora, azeite para fritar
(t): Tire a pele do polvo e corte-o em pedacinhos bem pequeninos. Reserve. Pique a cebola finamente.
Misture muito bem a farinha com os ovos e a água. Junte a cebola, a ramada da cenoura e a salsa picada. Tempere com sal e pimenta e misture bem. Junte o polvo e envolva.
Aqueça o azeite. Com ajuda de uma colher de gelado ou de duas colheres de sopa retire porções iguais de massa e frite-as no azeite bem quente. Escorra-as sobre papel absorvente. Sirva-as como entrada com um molho de alho e ervas ou como prato principal acompanhadas por uma salada de tomate.

***
 
(b): Tire a pele do polvo e corte-o em pedaços. Coloque-o no copo da bimby juntamente com a cebola também cortada em pedaços e pique tudo 7seg na vel 5. Reserve.

Deite no copo a farinha, os ovos e a água e misture 1min na vel 4. Junte a cebola, a rama de cenoura e a salsa. Tempere com sal e pimenta e misture 10 seg na vel 3. Junte o polvo e envolva 10 seg na vel 2. 

Aqueça o azeite. Com ajuda de uma colher de gelado ou de duas colheres de sopa retire porções iguais de massa e frite-as no azeite bem quente. Escorra-as sobre papel absorvente. Sirva-as como entrada com um molho de alho e ervas ou como prato principal acompanhadas por uma salada de tomate.
 photo 3-1_zps75fb8a97.jpg

21 janeiro 2013

Sopa de feijão com cominhos e coentros

Não me recordo de um frio assim, cavernoso, que se (me) entranha na pele. Húmido, característico deste Algarve, mas muito mais intenso este ano.
A lareira crepita todo o dia e nem assim as paredes da casa repulsam o frio.
Não me canso das sopas quentes, confortantes e aconchegantes. Percorrem o cardápio de legumes à mão, simplificam-se ou aprimoram-se com aromas que as tornam ainda mais quentes.   
 
A terra deu-me feijão de debulhar, do mais comum, raiado, e preto, ao qual não resisti a perfumar com especiarias. E que bem que me soube! 

 photo 2-7_zpsf4958d25.jpg

 
Sopa de feijão com cominhos e coentros
Ingredientes: 1 cebola, 3 dentes de alho, 2 colheres de sopa de azeite, 1 tomate grade maduro (pelado e sem sementes), 2 chávenas de feijão de debulhar, 1 curgete, 1 litro de caldo de legumes, 1 colher de café de sementes de coentros, ½ colher de café de cominhos, 1 pitada de pimenta da Jamaica, sal q.b., 1 punhado de massa aletria

(b): Coloque a cebola, o alho e o azeite no copo da Bimby. Triture 5 seg, na velocidade 5. De seguida programe 5 min, 100º, velocidade 2. Junte o tomate em pedaços e triture 10 seg, na velocidade 5. Programe mais 5 min, 100º, velocidade 2.

Adicione o feijão, a curgete fatiada, as especiarias e o caldo de legumes. Cozinhe por 30min, 100º, velocidade 1. No final do tempo triture tudo 30 segundos, na velocidade progressiva 5-7-9.
Junte a aletria e programe mais 8 min, 100º, velocidade colher inversa. Retifique temperos e sirva.
 
(t:) Leve ao lume uma panela com o azeite, a cebola e os dentes de alho picados. Deixe alourar. Junte o tomate picado e cozinhe por mais uns minutos. Junte o feijão, a curgete fatiada, as especiarias e o caldo de legumes. Feche a panela e deixe cozinhar até o feijão estar cozido.
Triture tudo com a varinha mágica. Junte a massa alteria e mantenha ao lume por mais 8-10 minutos. Retifique temperos e sirva.
 
 photo 1-4_zpsaa4c3b78.jpg

10 janeiro 2013

Arroz de lingueirão

Entrei em 2013 sem resoluções de ano novo, sem passas nem pedidos. Não fiz nada do que (me) mandou a tradição nestes últimos anos. 
2012 não foi um ano bom mas também não o quero recordar assim. Foi um ano de mudanças, de revelações, de sensações. 2012 deixa-me um misto de sentimentos que (ainda) não sei interpretar.
 
Mas 2013 está aí. Um ano com uma terminação negativa para muitos mas cheia de boas energias para mim. Gosto do 13 e gosto de acreditar que a seguir a algo mau vem sempre algo bom.
 
O ano novo foi celebrado entre amigos, na minha cidade do coração, com sabores que sei de cor e que evocam sempre este Algarve que me encanta e inspira. E é com sabores algarvios que dou início aos posts de 2013.
 
Um excelente ano para todos vós! 
 

Photobucket

Arroz de lingueirão

Ingredientes: 1 cebola, 2 dentes de alho, 2 colheres de sopa de azeite, 1 chávena de arroz vaporizado, 2 chávenas de lingueirão cozido e cortado em três (reservar a água da cozedura), 1 colher de café de caril, 1/2 colher de café de açafrão, 1/4 colher de café de pimetão doce, 1 pitada de pimenta da Jamaica, sal e água q.b.
 
 
(t): Pique a cebola e o alho e aloure no azeite em lume brando. Junte o arroz, o caril, o açafrão, o pimentão doce e a pimenta da Jamaica. Envolva bem, junte um pouco da água da cozedura do lingueirão e deixe cozinhar uns minutos. Junte a restante água, retifique temperos  e deixe cozinhar em lume médio, mexendo de vez em quando. A 5 minutos do fim da cozedura junte o lingueirão.
Sirva de imediato.

(b): Coloque a cebola e os alhos no copo e pique 6seg, na vel 5. Adicione o azeite e programe 5min, 100º, vel 1. Junte o arroz, o caril, o açafrão, o pimentão doce e a pimenta da Jamaica e um pouco da água da cozedura e programe 5min, 100º, vel colher inversa. Junte a restante água pelo bocal e programe mais 10 minutos à mesma temperatura e velocidade. Junte o lingueirão e programe mais 5 minutos à mesma temperatura e velocidade.
Sirva de imediato. 
 
Photobucket