29 junho 2011

Anchova assada com limão e salicórnia

Verão é tempo de refeições leves e frescas. De bom peixe na grelha e marisco. De bebidas refrescantes. De frutas de cores. De vegetais ricos. De sobremesas frutadas e geladas. De roupa leve e alegre. De chinelo no pé. De mergulho no mar. De ritmos quentes em finais de tarde ao pôr-do-sol. De petiscos com amigos. Verão é tempo de muita coisa boa! E mesmo que o calor nos retraia a utilizar o forno, há certos prazeres que a mim não me demovem de o ligar e preparar um belo peixe, como este. Ou uma doce sobremesa...
O sabor do limão aliado às ervas e à salicórnia fizeram desta anchova a iguaria perfeita para um almoço de início de Verão.

Photobucket


Anchova assada com limão e salicórnia

Ingredientes: 1 anchova com cerca de 1kg, 1 cebola grande, 1 limão médio, 1 raminho pequeno de tomilho fresco, 1 copo de vinho branco, 1 colher café de salicórnia seca, sumo de limão, sal aromatizado com alho, oregãos e alecrim da Casa do Sal da Figueira da Foz, azeite, batatinhas novas

(T): Corte as cebolas em meias luas finas e disponha no fundo de um refractário. Faça o mesmo com o limão. Regue com bastante azeite e salpique com um pouco de sal aromatizado e algum tomilho. Faça uns cortes longitudinais no peixe e disponha-o por cima da cebolada. Lave as batatinhas, corte-as ao meio e coloque-as no tabuleiro a circundar o peixe. Misture 1 colher de café de salicórnia com 2 colheres de chá de sumo de limão e pincele o peixe.
Regue com mais azeite e o vinho branco. Salpique com o restante tomilho e leve ao forno a 180º, durante cerca de 30/40 minutos.

Photobucket


Notas:
- Como aqui em casa niguém aprecia, retirei a cabeça à anchova e guardei para fazer massada de peixe;
- Tanto o sal aromatizado como a salicórnia foram gentilmente oferecidos pela Casa do Sal da Figueira da Foz.

20 junho 2011

Tarte folhada de tomate, queijo de cabra e tomilho na cestinha do Capuchinho Vermelho

Imagino-me Capuchinho Vermelho, percorrendo o campo de cesta pousada no braço. De saia plissada verde garrafa, pespontada a vermelho escuro. De meias de algodão arrendadas a demarcar o joelho esguio e marcado pelas quedas que a idade permite. De blusa branca de gola redonda e mangas de balão como tanto gostava. E com aquela capa vermelha feita pela avó que esvoaçava ao vento enquanto corria e saltitava. Sentia-me borboleta de asas ao vento. E por ali seguia, perdendo-me nas horas, entre as flores e os aromas do campo. Sentava-me por minutos naquelas ervas verdes e fôfas sob o sol quente da Primavera. Deixava-me cair para trás de impulso e ficava a observar a travessia das nuvens naquele céu imenso. Por vezes adormecia. E acordava em sobressalto como se sentisse a preocupação da avó. Mas era sempre assim. Distraía-me a toda a hora e o mundo parecia parar. Por isso a avó já nem se preocupava tanto. E lá voltava a enfiar a cesta no braço. Sacudia a saia, ajeitava o capuz e seguia sem demoras para casa da avó. Tinha-lhe prometido uma tarte de queijo e tomate. Queria mostrar-lhe que, afinal, o queijo fresco de cabra que comprava sempre no mercado à "senhora dos queijos" podia ter outro fim, igualmente saboroso, do que na habitual fatia de pão caseiro com manteiga. E que o tomate fresco e sumarento, que trazia da banca da vizinha do lado, sabia tão bem assim quanto na salada de tomate e orégãos.
Finalmente cheguei. Da cesta tirei a tarte, orgulhosa por a ter cozinhado para ela. Mostrou-se reticente em provar tal iguaria "moderna" mas à primeira garfada os olhinhos fundos sorriram e voltaram a fixar-se no prato até não sobrar migalha.

Com esta tarte participo no desafio do 4.º aniversário do blogue Receitas da Belinha Gulosa. Parabéns Belinha!

Photobucket

Tarte folhada de tomate, queijo de cabra e tomilho

Ingredientes: 1 base de massa folhada refrigerada, 2 queijos frescos de cabra, 2 tomates maduros mas firmes, azeite, tomilho fresco, flor de sal e pimenta

(T): Abra a massa folhada e mantenha-a sobre o papel vegetal. Fatie finamente o tomate e remova as grainhas. Disponha as fatias em cima de papel absorvente para retirar algum suco. Reserve.
Esfarele os queijos com as mãos para uma taça. Tempere com 2 colheres de sopa de azeite, pimenta e as folhas de tomilho. Espalhe a mistura pela base da massa deixando um rebordo de cerca de 3cm. Disponha por cima as fatias de tomate em círculos, da periferia para o centro. Enrole para dentro o rebordo da massa e pincele com azeite. Pulverize o tomate com azeite e polvilhe com folhas de tomilho.
Leve ao forno pré-aquecido a 180º por cerca de 20minutos. Retire do forno e salpique com a flor de sal triturada.
Photobucket


Notas:
- Pode substituir o queijo fresco por requeijão ou ricotta.

12 junho 2011

Queques de baunilha com coração de chocolate

A data em que se celebra oficialmente o Dia da Criança já passou e estes queques foram feitos para a princesa da casa, já que o príncipe ainda não os pode comer. Só hoje os consigo publicar mas, como Dia da Criança deve ser todos os dias, partilho-os agora na expectativa de que possam fazê-los com e para as vossas crianças, em qualquer um destes dias.


Photobucket


Queques de baunilha com coração de chocolate
Ingredientes: 200g de farinha com fermento, 125g de manteiga à temperatura ambiente, 180g de açúcar, 2 ovos à temperatura ambiente, 12cl de leite, 1 colher de café de extracto de baunilha, 2 colheres de sopa de cacau em pó, açúcar em pó

Outros: cortador em forma de coração (2 a 3cm), formas caneladas de papel para os queques, formas de silicone para queques

(T): Pré-aqueça o forno a 180º. Unte uma forma rectangular, não muito grande, e forre com papel vegetal. Peneire a farinha e reserve. Bata a manteiga com o açúcar até obter um creme liso. Junte a baunilha e os ovos, um a um, batendo entre cada adição. Misture a farinha e o leite aos poucos, alternadamente, envolvendo com uma colher de pau.
Retire 1/3 da massa e misture o cacau em pó. Deite esta mistura na forma, alise e leve ao forno por cerca de 12-15 minutos (verifique a cozedura com um palito). Retire do forno e deixe arrefecer. Corte os corações com o cortador e reserve.

Para os queques, coloque as formas de papel dentro das formas de silicone. Coloque 1 ½ colheres de sopa da massa em cada uma das formas de papel. Coloque dentro, em cada uma das formas, o coração de chocolate, ao alto, e encha a forma com mais duas colheres de sopa de massa (a forma deve ficar cheia até ¾). Os corações devem ficar de frente para si e assim deve mantê-los sempre. Desta forma obterá a face do coração quando cortar o queque (passo-a-passo aqui).
Leve ao forno por cerca de 20 minutos. Retire e deixe arrefecer completamente. Polvilhe com açúcar em pó e distribua-os pela pequenada.


Photobucket


Notas:
- Receita ligeiramente adaptada da revista Saveurs de Maio de 2011;
- Ideia daqui;
- Em vez do cacau em pó pode adicionar corante alimentar à massa dos corações.