28 Novembro 2011

Scones de frigideira com compota de maçã, laranja e canela

A Moira lançou o desafio e eu...
Tentei imaginar o dia-a-dia da Maria, em Timor, mas acho que nem cheguei perto.
Tentei pensar em refeições feitas com o que ela por lá tem à mão e não fui além de umas sopas e mais algumas receitas mais básicas.
Tentei imaginar-me a tomar o pequeno-almoço no lugar da Maria e não consegui idealizá-lo sem a habitual torrada e galão.
Pensei na Maria, no outro lado do mundo, e imaginei como eu, no lugar dela, me sentiria feliz com alguma coisa que me fizesse lembrar o sabor de casa, do conforto e das boas memórias.
Para a Maria aqui ficam as duas receitas na expectativa de poder ter contribuído para amenizar o seu dia-a-dia.

Parabéns à Moira pelo desafio e pelo 4.º aniversário do seu delicioso blogue Tertúlia de Sabores.

Photobucket

Scones de frigideira com compota de maçã, laranja e canela

Ingredientes para os scones (para três scones como o da foto): 2 chávenas de farinha com fermento, ¾ colher de chá de sal fino, 1 colher de chá de açúcar, 1 chávena de buttermilk*, farinha extra para amassar

Ingredientes para a compota: 2 maçãs (usei reinetas), sumo de limão, sumo e raspa de 1 laranja grande, 1 colher de sopa de açúcar, 1 colher de café de canela em pó

(T) Preparação dos Scones: Pré-aqueça uma frigideira anti-aderente enquanto prepara a massa. Misture os ingredientes secos, junte o buttermilk e amasse até obter uma massa moldável e não pegajosa (se necessário juntar mais farinha).
Forme 3 bolas do mesmo tamanho e achate-as ligeiramente. Leve a cozinhar em lume baixo cerca de 5-8 minutos de cada lado. Deixe arrefecer.


(T) Preparação da compota: Num tacho leve ao lume o sumo de laranja, a raspa e o açúcar até ferver. Deixe reduzir durante 5 minutos.
Descasque entretanto a maçã, corte-a em pequenos dados e regue com o sumo de limão para não oxidar. Junte a maçã e a canela, envolva bem e deixe cozinhar por cerca de 15 minutos ou até que o liquido se evapore. Sirva morna com os scones.

*Para fazer o buttermilk caseiro misturar uma colher se sumo de limão numa chávena de leite e deixar repousar por 10minutos.

Photobucket

Notas:
- A receita dos scones foi ligeiramente adaptada da receita de skillet scones do Baking Bites e a receita da compota de maçã foi adaptada de uma receita de compota de maçã e pêra da revista Saveurs de Set/Out;
- Depois de os scones estarem cozidos de ambos os lados, optei por cortá-los ao meio na horizontal e levá-los de novo ao lume na frigideira por mais uns minutos.

17 Novembro 2011

Em tons de Outono. Bolo de cenoura e avelã

Se me perguntarem de que cor é o Outono eu respondo de imediato laranja e castanho. Não sei muito bem de onde vem esta analogia mas poderá estar relacionada com as folhas das árvores que por esta altura cobrem tudo quanto é chão. Poderá também advir da cor dos frutos e legumes que chegam com a estação (laranjas, tangerinas, dióspiros, abóboras, castanhas, nozes..) ou do tom dos gratinados e dos assados que imperam nesta altura. Ou até do aroma quente das especiarias que temperam estes ingredientes de Outono. De facto não sei.

Mas, assim como o vejo nesses dois tons, também na cozinha o associo a imensas iguarias que, não sendo postas de parte nas outras estações, são praticamente recorrentes nos meses de Outono. Sim, refiro-me aos gratinados, às sopas, aos assados. Ao pão que todas as semanas perfuma a casa e completa o café da manhã. Aos doces e compotas de fruta da época. E aos bolos, biscoitos e scones que acompanham chás tardios.

Este foi o bolo que marcou a rentrée no Outono e vai certamente ser tornar-se num clássico cá em casa. A receita recomenda a que se faça o bolo de véspera para o saborear na sua plenitude. Eu sou sincera e nem consegui deixá-lo arrefecer por completo.
A cor alaranjada do bolo, o aroma a avelã, canela e gengibre e a cozinha aquecida pelo forno pactuaram num dia de Outono perfeito! Não deixem de experimentar..

Photobucket

Bolo de cenoura e avelã

Ingredientes: 220g de farinha com fermento, 180ml de óleo, 190g de açúcar mascavado claro, 4 cenouras médias, 4 ovos médios, 150g de avelãs moídas (torrei previamente no forno), ½ colher café de sal, 1 colher café bicarbonato de sódio, 1 colher café de canela em pó, ½ colher café gengibre em pó

(T): Pré-aqueça o forno a 180º. Unte e enfarinhe uma forma de 22cm aproximadamente. Lave e pele as cenouras. Rale-as finamente e reserve. Bata os ovos com o açúcar até obter um creme fofo e esbranquiçado. Junte o óleo e bata de novo. Junte depois a farinha, a avelã moída, a canela, o gengibre, o sal, o bicarbonato de sódio e as cenouras raladas e envolva bem. Deite o preparado na forma e leve ao forno por cerca de 45/50 minutos. Deixe arrefecer.

(B): Pré-aqueça o forno a 180º. Unte e enfarinhe uma forma de 22cm aproximadamente. Lave e pele as cenouras. Coloque-as no copo e rale-as 5 seg, na vel 5. Baixe os resíduos com a espátula e volte a programar mas 5 seg, na vel 5. Reserve. Pulverize o açúcar uns segundos na vel 9. Encaixe a borboleta na lâmina, junte os ovos e bata 5 min, 37º, vel 3. Findo o tempo bata mais 5 min na mesma velocidade mas sem temperatura. Junte o óleo pelo bocal e envolva uns segundos na vel 3. Retire a borboleta. Junte a farinha, a avelã moída, a canela, o gengibre, o sal, o bicarbonato de sódio e as cenouras raladas e envolva bem com a espátula. Deite o preparado na forma e leve ao forno por cerca de 45/50 minutos. Deixe arrefecer.

Photobucket

Notas:
- Receita ligeiramente adaptada (nas quantidades) da revista Saveurs de Novembro 2011;
- O meu bolo ficou bastante fofo e macio e com um miolo bem menos denso do da fotografia da revista.

09 Novembro 2011

Sopa de abóbora e batata-doce assada com espinafres salteados

Começa a dança dos roupeiros, entram casacos e malhas, saem calções e vestidinhos curtos. Já nem a meia manga resiste. Arrumam-se (finalmente) as últimas peças leves que foram resistindo ao calor (estranho) de Outubro. Num dia calçamos sandálias, no dia seguinte botas. Num dia comemos um gelado ao fim da tarde, no dia seguinte ansiamos por uma sopa bem quente mal o sol se põe.

E assim chega o Outono (ou será Inverno?!) envolto em dias curtos, frios e vazios.
Nesta altura procuro conforto nas memórias gustativas do último Outono, especialmente nas sopas e nos assados, plenos de aroma e sabor da estação. Voltam as abóboras, as couves, os espinafres, o agrião, as batatas novas. Os frutos de cores vibrantes, a laranja e a tangerina, a romã, o dióspiro, o marmelo. São definitivamente as tendências da estação e não há como resistir-lhes!

Photobucket

Sopa de abóbora e batata-doce assada com espinafres salteados

Ingredientes: 300g de abóbora assada, 150g de batata-doce assada (uma batata média), 150g de feijão manteiga cozido, 1 cebola média, 1 nabo pequeno, 1 chávena de chá de espinafres, alho em pó, água ou caldo de legumes, sal e pimenta preta q.b.

Ingredientes para a abóbora e a batata-doce: tomilho, alecrim, orégãos secos, sementes de coentros, salva, pimenta preta moída, azeite

(T): Num recipiente misture bem todas as especiarias e junte o azeite. Lave a abóbora, retire a casca e corte-a em cubos. Lave muito bem a batata-doce, corte em cubos e junte à abóbora numa travessa. Regue com a mistura de azeite e especiarias e envolva bem. Leve a forno pré-aquecido a 190º por cerca de 50 minutos (a meio do tempo mexa a abóbora e a batata-doce de forma a cozinhar uniformemente).
Numa panela coloque a cebola e o nabo em gomos, o feijão, a abóbora e a batata-doce assada, reservando o azeite. Cubra os legumes com água ou caldo de legumes a ferver e deixe cozinhar por cerca de 25 minutos. Junte o azeite reservado e triture tudo. Retifique temperos se necessário.
Lave bem os espinafres e corte-os em juliana. Saltei-os num fio de azeite, alho em pó e pimenta preta moída na hora.
Sirva a sopa com um ninho de espinafres salteados.

(B): Asse a abóbora e a batata-doce no forno como descrito no modo de preparação tradicional (T), acima.
Coloque a cebola e o nabo em gomos, o feijão, a abóbora e a batata-doce assada no copo da Bimby, reservando o azeite. Cubra os legumes com água ou caldo de legumes a ferver e deixe cozinhar 25 minutos, 100º, na vel 2. Junte o azeite reservado e triture tudo 40 seg, progressivamente na vel 5-7-9. Retifique temperos se necessário.
Lave bem os espinafres e corte-os em juliana. Saltei-os numa frigideira com um fio de azeite, alho em pó e pimenta preta moída na hora.

Sirva a sopa com um ninho de espinafres salteados.