30 Janeiro 2011

Pão de aveia com canela e nozes

Pão. Sempre o pão. Sim, adoro pão. Não o nego. Por isso, livros sobre pão, receitas de pão, blogues sobre pão, farinhas para pão, nunca são demais. E o pão, esse, nunca pode faltar em casa. E se não há, faz-se!

Não deixem de experimentar esta receita. O pão fica com uma consistência e sabor excelentes. Bom domingo!

Photobucket

Pão de aveia com canela e nozes
Ligeiramente adaptado ">daqui

Ingredientes (para 1 pão de forma): 215g de farinha de trigo para pão, 100g de farinha integral, 80g de flocos de aveia, 280g de água tépida, 50g de leite, 34g de mel, 34g de óleo vegetal (com sabor neutro), 10g de sal (coloquei uma colher de café mal cheia), 5g de fermento em pó, 7g de canela em pó (coloquei uma colher de café), 120g de nozes grosseiramente partidas (150g de passas na receita original)

(mfp): Demolhe os flocos de aveia nos 280g de água e deixe repousar durante 15 a 20 minutos. Transfira-os depois para a cuba da máquina do pão, adicione o resto dos ingredientes, excepto as nozes, e seleccione o programa “massa”. Ao sinal sonoro junte as nozes e deixe o programa terminar. Após o tempo de levedação dê umas dobras à massa de forma a libertar algum ar acumulado. Deixe levedar mais uma hora.

Ao fim das duas horas tenda a massa em forma de cilindro. Coloque dentro da forma e deixe levedar durante mais uma hora. Pré-aqueça o forno a 250ºC.
Coloque a forma dentro do forno e faça vapor borrifando as paredes do mesmo com água (exemplo
aqui). Após 15 minutos baixe a temperatura para os 200ºC. Coza durante cerca de 30 minutos ou até a temperatura interior do pão atingir os 92ºC. 10 minutos antes de terminar a cozedura do pão, remova a forma do forno com cuidado, retire o pão da mesma e coloque-o no forno com a base voltada para cima de forma a obter uma crosta mais crocante no resto do pão.


Photobucket


Notas:
- No caso de usar as passas em vez das nozes como eu fiz deve demolhar as passas em água quente e deixar re-hidratar durante pelo menos 30 minutos;
- A receita original indica quantidades de ingredientes para dois pães, aqui encontram apenas para um pão.

23 Janeiro 2011

Bacalhau no forno em cebolada

Numa fase de maior cansaço e cada vez menor facilidade de movimentação, contam-se as semanas, começa a ronda pela roupa e afins usados pela irmã, e a reformulação do espaço dela em função da ocupação dupla. Aos poucos, consoante o volume da barriga assim o permite.

Na cozinha não se desarruma muito. Cozinha-se ao ritmo próprio das semanas, dos dias e do estado da cozinheira. Uns dias mais elaborado, outros dias mais trivial. Vale-me o facto de os dois comensais cá de casa até serem de boa boca (quando querem..).

Como o tempo continua frio aproveitem, liguem o forno e preparem este bacalhau que apesar de simples fica bem saboroso. Bom Domingo!

Photobucket

Bacalhau no forno em cebolada

Ingredientes (para 3 pessoas):
3 postas altas de bacalhau previamente demolhadas, 2 cebolas, 4 dentes de alho, 1 caixa de tomates chucha mini maduro, 12 azeitonas descaroçadas, 1 haste de tomilho limão, 2,5 dl de vinho branco seco, azeite, sal e pimenta preta q.b.
1 dente de alho, 1 folha de louro, 4 grãos de pimenta da Jamaica, água q.b.
batatinhas novas pequenas para acompanhar

(T): Coloque água num tacho largo até sensivelmente a meio. Junte o dente de alho cortado ao meio no sentido do comprimento, a folha de louro e os grãos de pimenta. Quando ferver introduza as postas de bacalhau, apague o lume e tape o tacho.
Entretanto cubra o fundo de um tacho com o azeite. Corte as cebolas em meias luas finas e os dentes de alho em fatias finas. Aloure-os no azeite e junte-lhes os tomates cortados em metades (se preferir pode retirar-lhes a pele antes). Esmague-os ligeiramente com a colher de pau de modo a libertarem o seu suco. Deixe cozinhar por uns minutos. Regue com o vinho branco e deixe evaporar. Por fim adicione as azeitonas cortadas em metades e o tomilho, tempere com sal e pimenta e envolva bem.
Disponha esta cebolada no fundo de uma assadeira. Escorra o bacalhau e coloque-o sobre a cebolada. Regue com azeite e leve ao forno pré-aquecido a 170º por cerca de 15-20min.
Entretanto coza as batatinhas com pele na água de cozedura do bacalhau. Dê um murro em cada batata e junte-as ao bacalhau envolvendo-as na cebolada.

Photobucket

Notas:
- Os tomates devem estar maduros mas firmes;
- Pode adicionar outras ervas aromáticas a gosto pessoal.

12 Janeiro 2011

Cinnamon rolls ou simplesmente caracóis de canela

Perdi a conta às receitas de cinnamon rolls que venho guardando nos últimos tempos. As fotos conquistam-me à primeira mas depois há sempre qualquer coisa na receita que faz com que não a ponha em prática. Ou talvez tivesse sido sempre o medo interior de encontrar A receita e não mais parar de a fazer. Talvez nunca o tenha dito por aqui mas sou doida por caracóis de canela. Cá pelo meu reino apenas os encontro numa pastelaria. São enormes, fofos e escorrem aquele melaço característico de tanta canela e açúcar. É quase impossível resistir-lhes e sempre que o faço saio da pastelaria num turbilhão de remorsos. Ou porque não comi nenhum ou porque o que comprei para comer ao lanche acabou por ser devorado mesmo à saída da pastelaria…

Mas desta vez, e já em casa, foi o desejo que falou mais alto e me levou para a cozinha com a última receita encontrada. A massa é macia e óptima de trabalhar e são de execução relativamente rápida. Portanto, nada de remorsos e desculpas e ponham a mão na massa. Se gostam de canela tanto como eu não percam tempo!
Photobucket

Cinnamon Rolls
Ligeiramente adaptados
daqui

Ingredientes: 90g de açúcar, 80g de manteiga à temperatura ambiente, 1 colher de café de sal, 45g de ovo ligeiramente batido (1 ovo pequeno), raspa de limão (a gosto), 460g de farinha, 6g de fermento seco, 260ml de leite amornado

Ingredientes para o recheio: 115g de açúcar com canela (40g de açúcar branco, 50g de açúcar amarelo, 15g de canela em pó), 2 colheres de sopa de manteiga derretida

(mfp): Coloque todos os ingredientes na cuba da máquina e seleccione o programa amassar. À medida que a máquina amassa observe a textura da massa que deve ficar macia e fina. Se necessário adicione mais farinha até obter esta textura. Deixe a máquina terminar de amassar e levedar (deverá duplicar o volume).

Retire a massa para uma bancada ligeiramente untada. Abra a massa com o rolo até formar um rectângulo de cerca de 30x35cm, com cerca de 1,5cm de espessura. Pincele toda a superfície com a manteiga derretida e polvilhe com a mistura de açúcar e canela. Enrole como se fosse uma torta mas sem apertar demasiado de modo a que os rolos não fiquem secos. Corte a massa em fatias de cerca de 3cm de largura.

Disponha-os no tabuleiro do forno, sobre um tapete de silicone ou papel vegetal, deixando uma margem de 1,5cm entre eles. Deixe-os levedar até estarem juntos ou terem dobrado o tamanho. Leve a forno pré-aquecido a 175º, durante 20 a 30 minutos ou até estarem dourados.
Deixe-os arrefecer no tabuleiro.

Photobucket

Notas:
- Normalmente os cinnamon rolls levam por cima uma cobertura feita à base de açúcar em pó, queijo creme e manteiga que não fiz já que a acho totalmente dispensável;
- Tive necessidade de ajustar a quantidade da farinha pelo que a quantidade aqui indicada poderá sofrer pequenas alterações;
- Vigie a cozedura e não os deixe cozer em demasia para não ficarem secos.

04 Janeiro 2011

Um pão doce a estrear o novo ano

2011 chegou tranquilo. Junto da família, em mesa farta e boa disposição. Tal como espero que continue. Formulei alguns desejos enquanto soavam as 12 badaladas. Poucos mas cheios de significado, para mim e para os meus.

Quanto ao figo lampo, é meu desejo continuar a partilhar convosco as minhas experiências sempre que puder. Talvez com menor frequência este ano.. Não planeio o futuro e como tal não agendo posts ou receitas. Poderia fazê-lo e assim garantir a regularidade de posts. Mas não é isso que me motiva. Gosto de me sentar ao computador, abrir um documento no word e escrever no momento. (Re)Criar estórias e escolher a receita a publicar que se me sugere naquele instante, naquele dia, naquele estado de espírito. É isto que caracteriza o figo lampo. E o meu modo de vida. Talvez por isso o sinta tão transparente. Mas é assim que vai continuar. Não lhe imponho ritmos nem obrigatoriedades. Apenas a clareza das palavras, o rigor das fontes onde procuro inspiração e o cuidado e gosto pessoal nas ilustrações. E sim, vou continuar a imprimir-lhe o carinho e apreço de sempre, para e por todos os que por aqui passam. Para esses, para vós, os meus votos de um óptimo 2011, à medida dos vossos sonhos e desejos!

E porque o carinho se concretiza também na gastronomia, deixo-vos a receita de um pão que servi num lanchinho de Natal de amigos. Ainda morno, simples, com manteiga ou doce é uma pequena maravilha.

Photobucket

Estaladinho
(Receita do livro O atelier do Pão)

Ingredientes: 2 colheres de café de fermento instantâneo, 70g de açúcar, 500g de farinha tipo 45, 3 ovos pequenos, cerca de 140ml de leite, 90g de manteiga, 1,5 colher de café de sal

(mfp): Pese os ovos e complete com o leite até obter 290g (ou 290ml de utilizar o copo graduado). Coloque todos os ingredientes na cuba da máquina pela ordem indicada e seleccione o programa Massa. Deixe o programa terminar. Retire a massa para a bancada polvilhada com farinha.
Divida a massa em 6 partes iguais e dê-lhes o formato de bolas. Disponha-as, duas a duas, lado a lado, numa forma de bolo inglês previamente untada com manteiga e polvilhada ligeiramente com farinha. Deixe levedar coberto com um pano até dobrar o volume. Pré-aqueça o forno a 180º. Pincele suavemente o topo com leite e leve ao forno durante cerca de cerca de 20 minutos.


Photobucket

Notas:
- Pode cozer este pão na máquina do pão, sem lhe dar este formato, bastando seleccionar o programa Pão Doce ao invés do programa Massa.