28 Junho 2010

One, two, three.

É bom sentir empatia com as pessoas que vão passando pelo figo lampo. É bom sentir que essas pessoas vão fazendo parte da nossa vida e se vão ligando a nós por interesses em comum. É bom sentir que partilhamos muitos mais gostos. E é muito bom quando finalmente quebramos a barreira virtual e sentimos tudo isto ao vivo e a cores.

Conheci a Pipoka há alguns meses atrás e não foi difícil reconhecê-la depois de tantos posts lidos e de um perfil traçado mentalmente que pouco ou quase nada me enganou. Pequenina, simpática e genuína. (ah! e doida por figos como eu..)
Para o 3.º aniversário do seu blogue nada melhor que uma receita à sua medida. : ) Parabéns ao/às Three Fat Ladies!


Mini cakes de maçã assada
Ingredientes: 200g de maçã assada (2 maças médias), 100g de farinha com fermento, 60g de farinha de amêndoa, 1 pitada de gengibre em pó, 2 ovos, 75g de açúcar mascavado, 75ml de leite, 70g de manteiga

(B): Prepare as maçãs como indicado nesta receita. Deixe arrefecer e retire-lhes a pele.
Desfaça-as ligeiramente com ajuda de um garfo e reserve. Bata os 2 ovos na bimby 5 seg na vel 5. Programe mais 15 seg na vel 4 e deite o leite em fio pelo bucal seguido da manteiga. Junte a maçã assada e envolva 4 seg na vel 3. Num recipiente misture bem as farinhas com o gengibre e o açúcar. Tire a tampa e deite a farinha aos poucos envolvendo com ajuda da espátula. Encha as formas de mini cakes até 3/4 da capacidade e leve ao forno pré-aquecido a 180º por cerca de 15/20 minutos (verifique a cozedura interior com um palito).
Desenforme e deixe-os arrefecer em cima de uma grelha.

(T): Prepare as maçãs como indicado nesta receita. Deixe arrefecer e retire-lhes a pele. Desfaça-as ligeiramente com ajuda de um garfo e reserve. Bata os 2 ovos com uma vara de arames. Junte o leite em fio e envolva depois a manteiga derretida (já arrefecida). Num outro recipiente misture as farinhas com o gengibre e o açúcar e envolva delicadamente e aos poucos no preparado de maçã. Encha as formas de mini cakes até 3/4 da capacidade e leve ao forno pré-aquecido a 180º por cerca de 15/20 minutos (verifique a cozedura interior com um palito).
Desenforme e deixe-os arrefecer em cima de uma grelha.



Notas:- Pode preparar as maçãs de véspera para ser mais rápido;
- Pode comprar a farinha de amêndoa ou fazê-la em casa triturando as amêndoas sem pele na picadora até obter uma farinha fina.

23 Junho 2010

Doce de figo com canela

As experiências com figos vão acontecendo à medida que eles vão chegando. Os primeiros tiveram fim imediato mas a gula está saciada e eles já se começam a aguentar no frigorífico por algum tempo até que a sentença lhes seja ditada. Os últimos foram reduzidos a doce e entretanto chegaram mais que aguardam já a sua estreia por estes dias..


Doce de figo com canela

Ingredientes (para dois frascos como o da foto): 600g de figos frescos com pele (usei figos lampos), 250g de açúcar, ½ limão pelado e sem caroços, 2 paus de canela

(B): Colocar os figos, o açúcar e o limão no copo e triturar tudo 6 seg na vel 5. Juntar os paus de canela e programar 25 min, 100º, vel colher inversa. No final do tempo substituir o copinho pelo cesto (virado ao contrário) e programar mais 10 min, varoma, vel colher inversa. Deixe arrefecer, retire os paus de canela e deite em frascos de vidro previamente esterilizados. Vede bem.



Notas:
- Se gostar de encontrar pedaços de figo maiores pique ligeiramente os figos em vez de os triturar.

21 Junho 2010

Ora bolas!

Quantas vezes não dão voltas e mais voltas sem saber o que fazer com determinado ingrediente? Passou-se isso mesmo com uma embalagem de peitos de frango que andava a evitar por estar destinada a uma receita que acabava sempre preterida pela falta de ingredientes. "Ora falta isto, ora falta aquilo, bolas!", pensei. E eis que encontrei a solução..

Boa semana!



Almôndegas de frango

Ingredientes: 500g de frango picado, 1 lata de cogumelos laminados, 1 cebola picada, 3 colheres de sopa de pão ralado com ervas, 1 ovo pequeno, sal, pimenta e noz moscada q.b., 50g de manteiga, 1dl de vinho branco, 1 colher de sobremesa de Maizena, 1,5dl de água, salsa picada

(T): Escorra os cogumelos, reserve metade e pique os restantes finamente. Junte os cogumelos picados ao frango, adicione a cebola e o pão ralado e tempere com sal, pimenta e noz-moscada. Ligue tudo com o ovo e molde pequenas almôndegas com ajuda da farinha.
Aqueça a manteiga num tacho, junte as almôndegas e frite-as, agitando o tacho, até estarem douradas. Refresque com o vinho branco e adicione a Maizena dissolvida na água fria. Junte os restantes cogumelos, tape o tacho e deixe cozinhar sobre lume brando durante cerca de 15 minutos. Polvilhe com coentros picados e sirva com arroz de limão.


Notas:
- Se tiver dificuldades em manusear o preparado junte-lhe um pouco mais de pão ralado;
-
Controle as almôndegas quando estiver a cozinhá-las de modo a não se queimarem;
- Receita ligeiramente adaptada da revista Saberes & Sabores de Janeiro 2010.

16 Junho 2010

Chamei-lhes um figo!

Não fosse a minha paixão por figos e este blogue não teria este nome. Gosto muito de figos. Mas mesmo muito! Gosto de os comer à mão, abrindo-os a meio pelo olho, voltando-lhe a casca macia, saboreando-os e desfazendo-os na boca.

Cá a casa chegaram 5 de uma vez e 21 de outra. As pernadas das figueiras estão carregadas de bolbos.. Venham eles que eu chamo-lhes um figo!


Salada fresca de figos

Ingredientes: 4 figos maduros, 3 fatias finas de presunto, 1 queijo de cabra fresco, 1 mão cheia de folhas de rúcula, flores de rúcula, vinagre balsâmico e pimenta rosa de moinho q.b.

(T): Lave as folhas de rúcula e disponha-as num prato. Retire a casca aos figos, corte-os em quartos e sobreponha. Rasgue as fatias de presunto e espalhe-as pela salada juntamente com o queijo em cubos. Salpique com as flores de rúcula. Tempere a gosto com a pimenta e o vinagre balsâmico.


Notas:
- As flores de rúcula têm um sabor levemente apimentado. Nuncas as encontrei à venda, uso as que colho no meu canteiro;
- Se preferir pode deixar os figos com a casca.

12 Junho 2010

Faça chuva ou faça sol..

Não basta a crise que nos faz suar as estopinhas senão também este calor azedo e este chove não molha a toda a hora.. Tenho, pelo menos, o direito de reclamar uns dias menos monótonos do que o corriqueiro acorda, vai à janela, espreita o tempo, veste o que ainda resiste de manga comprida no armário, detém-se entre as sandálias e os sapatos fechados, apanha o guarda-chuva e sai de casa...

E por isso, faça chuva ou faça sol, declaro guerra aberta a todos os alimentos que me recordem o frio! Pelo menos, até me lembrar desta atípica Primavera...


Batido de coco, morango e cardamomo

Ingredientes: polpa de 1/2 coco, 1 copo* de morangos, 1 copo de leite frio, sementes de 1 cápsula de cardamomo

(B) (T): Coloque todos os ingredientes no copo do liquidificador ou no copo da Bimby e triture até obter a sua consistência preferida.


Notas:
- O cardamomo dá-lhe "aquele" aroma mas pode omiti-lo se não tiver;
- Medida do copo = 240ml .

07 Junho 2010

ruibarbo + crumble + bolo?!..

As férias não têm na generalidade que ser perfeitas, mas deviam. Quem vai de férias não se deveria esquecer da carteira em casa, mas esqueceu-se. Em Junho, de férias, o tempo deveria estar quente e solarengo, mas não estava. E quem vai de férias, em Junho, para o Alentejo, não leva normalmente casacos e roupa quente na bagagem, mas devia.
 
E amanhã é segunda-feira e eu regresso ao trabalho com a sensação de que não estive de férias, mas não devia! Sim, eu sei, tenho mau feitio, mas nem tudo é perfeito. Mas devia.......

Perfeito, perfeito, é este bolo que me lançou na descoberta do ruibarbo e que despertou uma pequena paixão entre mim e esta planta. Não é doce, nem é amargo. Não é macio, nem é áspero. Faz lembrar uma maçã verde, ligeiramente ácida. Combinou na perfeição com a massa do bolo e com o crumble. Não o provei ainda de outra forma mas tenho (quase) a certeza de que nenhuma outra mistura com este ingrediente me vai cativar tanto, ainda que esteja a mentalmente a deixar-me seduzir por uma panna cotta com uma compota de ruibarbo....

E vocês, ainda não experimentaram este bolo? Ahhhh, mas deviam!! : )

Boa semana!


Bolo crumble de ruibarbo
Ingredientes:
Recheio de ruibarbo: 230g de ruibarbo, ¼ medida de açúcar, 2 colheres chá de amido de milho, ½ colher chá de gengibre em pó

Para o crumble (cobertura): 1/3 medida de açúcar mascavado escuro, 1/3 medida de açúcar branco, 1 colher chá de canela em pó, ½ colher chá de gengibre em pó, 1/8 colher chá de sal, 113g de manteiga (sem sal) derretida, 1 ¾ medidas de farinha (sem fermento)

Para o bolo: 1/3 medida de sour cream (usei crème fraiche), 1 ovo grande, 1 gema grande, 2 colheres chá de extracto de baunilha, 1 medida de farinha (sem fermento), ½ medida de açúcar, ½ colher chá de bicarbonato de sódio, ½ colher chá de fermento em pó, ¼ colher chá de sal, 85g de manteiga amolecida (mas não derretida), cortada em pedaços

(T): Pré-aqueça o forno a 160ºC. Unte uma forma quadrada 20x20cm com manteiga (usei uma redonda).
Para o recheio: corte o ruibarbo em fatias de aproximadamente 1cm. Junte-lhe o açúcar, o amido de milho e o gengibre e misture bem. Reserve.
Para o crumble: num recipiente grande, misture os açúcares, as especiarias, o sal e a manteiga até obter uma pasta macia. Acrescente a farinha e misture bem com uma espátula. Deve ficar uma massa sólida. Reserve.

Para o bolo: numa tigela pequena, misture o crème fraiche, o ovo, gema e a baunilha. Reserve. Na batedeira misture a farinha, o açúcar, o bicarbonato, o fermento e sal. Junte a manteiga e uma colher de sopa da mistura de ovo e bata bem, a média velocidade, até a farinha estar toda humedecida. Aumente a velocidade e bata durante 30 segundos. Junte a restante mistura de ovo, metade de cada vez, e bata durante 20 segundos entre cada adição. Pode ter de ir rapando os lados da tigela com uma espátula para garantir que a massa fica bem batida e homogénea. Retire aproximadamente 1/2 medida de massa e reserve.

Transfira a restante massa para a forma preparada. Espalhe o ruibarbo sobre a massa. Acrescente a 1/2 medida de massa reservada – é pouca, não vai cobrir todo o ruibarbo, mas não há problema.
Com os dedos, desfaça a massa do crumble em pedaços de 1cm a 1,5cm. Não têm de ser uniformes, mas a maior parte deverá ser deste tamanho. Polvilhe sobre o bolo. Leve a assar até que um palito inserido no centro saia sem massa de bolo (poderá sair húmido por causa do ruibarbo), 45 a 55 minutos. Deixe arrefecer completamente antes de servir.
 

Notas:
- A receita veio directamente
daqui, sem alterações, que, por sua vez, a foi buscar aqui;
- Usei como medida um cup americano;
- A meio do tempo de cozedura, necessitei de cobrir a forma com papel de alumínio para evitar que o crumble queimasse (a massa fica muito húmida por causa do ruibarbo e leva algum tempo a cozer).

01 Junho 2010

Coração de chocolate



Sou mãe e tenho um coração de chocolate. Um coração de chocolate que é muito resistente ao teu medo, à tua dor, ao teu choro.. Mas que também se derrete facilmente com o teu sorriso, com as tuas brincadeiras, com as tuas descobertas, com a tua doçura e principalmente com o teu “amo-te muito mamã!”

O meu coração de chocolate é (e será) sempre teu mas hoje tens um especial só pra ti, como tanto gostas, de “bouo de chocoate”. Feliz Dia da Criança princesinha!


Bolo de iogurte com coração de chocolate
Ingredientes: 4 ovos, 1 iogurte (usei iogurte de aroma de banana), 180g de açúcar, 90g de óleo, 150g de farinha com fermento, 1 colher de sopa de chocolate em pó

(B): Bata os ovos com o açúcar 4 min, 37º, vel 4. Volte a bater mais 4 minutos, na mesma velocidade mas sem temperatura. Junte o iogurte e o óleo e envolva 5 seg, na vel 4.
Adicione a farinha com o fermento e envolva 4 seg, na vel 4. Retire 1/3 da massa e misture o chocolate em pó.
Deite o preparado sem chocolate no lado maior da forma e leve ao forno pré-aquecido a 180º durante cerca de 30 minutos. Desenforme, vire a forma ao contrário e despeje dentro do coração o preparado com chocolate. Leve ao forno por 30 minutos. Deixe arrefecer e desenforme num prato. Quanto estiver totalmente frio coloque-o na cavidade correspondente.



Notas:
- Receita adaptada nas quantidades e forma de preparação do livro base ba Bimby;
- O bolo foi feito nesta forma, que me foi carinhosamente oferecida por uma amiga;
- Na falta desta forma pode fazer dois bolos (um normal e outro com o chocolate) em formas redondas e recortar um coração (com um molde de papel e uma faca afiada) no centro de cada um (convém que o coração do bolo branco seja ligeiramente maior que o de chocolate para ser mais fácil o encaixe). Depois basta colocar o coração de chocolate no centro do bolo branco.