31 dezembro 2008

Até 2009!

Daqui a pouco estaremos todos de passas e taça de champanhe em punho, de olhos bem fechados e concentrados nos 12 desejos para 2009. E as doze badaladas ditam o incio da contagem para a entrada no novo ano e dão a ordem para formular os desejos.

Eu já os tenho mentalizados. Não peço muito, apenas o suficiente para... ser feliz!

E hoje não vos deixo uma receita culinária. Deixo-vos uma sugestão de ingredientes que misturados bem ao gosto de cada um, farão de
2009 um ano mais puro e harmonioso. Doce ou salgado, aperitivo ou prato principal, não importa. A receita é vossa e o resultado será sem dúvida apreciado por vós, e por todos os outros que vos rodeiam!

PARTILHA UNIÃO PAZ AMOR SAÚDE RESPEITO AMIZADE SORRISOS
SABEDORIA ATITUDE GENEROSIDADE PRESERVERANÇA RESPEITO
COMPREENSÃO HARMONIA HUMILDADE DETERMINAÇÃO FELICIDADE

Eu agradeço a 2008 as amizades que me proporcionou na blogosfera e restribuo desejando a todos vós um 2009 carregado de desejos concretizados!!

Até para o ano e boas entradas!

Margarida.

28 dezembro 2008

Rolo de carne recheado com arroz de grelos

Como em todos os anos parece-me sempre que o Natal passa a correr. São dias de compras, de preparação de presentes, de cozinhados e depois, a Ceia e o Dia de Natal passam num ápice. Este ano foi uma canseira pra mim. Fiz presentes para os amigos mais chegados e para as educadoras da filhota, doces de cenoura com canela e amêndoa, bolachinhas de vários aromas e bombons. A cozinha andou num reboliço e todas as noites o perfume a gengibre e canela percorria a casa toda. E valeu bem a pena!

Este ano fomos 16 cá em casa. A preparação da Ceia foi repartida com a minha mãe que se encarregou de fazer o bacalhau, as couves, e as empanadilhas (ou azevias) de batata doce. Eu fiz os restantes doces e as entradas. Normalmente não fugimos à tradição e o bacalhau é o rei da noite, embora seja diferente todos os anos. Este ano foi no forno com batatinhas e bróculos. Para entrada foram escolhidos queijos, patés de requeijão com alho e salsa e de delicias do mar, perdiz no tacho e canja de galinha caseira com massinha. Os sonhos, empanadilhas, tronco de Natal, bolo rainha, bombons de noz e madalenas de limão seguiram-se ao bacalhau.

O Pai Natal acabou por ser o centro das atenções e a alegria dos mais pequenos. Na sala reinava a confusão de embrulhos. A princesa da casa estava literalmente camuflada por presentes. E a festa continuou no dia seguinte com um belo arroz de pato e em familia, como se quer! Para o ano há mais!..

Hoje deixo a receita de um rolo de carne que já faço há algum tempo (creio que adaptada de uma Teleculinária) e que é uma boa sugestão para um jantar rápido e saboroso.



Rolo de carne recheado com arroz de grelos


Ingredientes para o rolo: 600gr de carne moida a gosto (usei vaca e porco), 1 cebola média, 1 lata de cogumelos laminados pequena, 3 colheres de preparado de sopa de cebola, salsa, queijo, fiambre e chourição fatiado, 1 colher de sopa de mostarda, 1dl de vinho branco, manteiga, azeite, sal e pimenta preta moida q.b.


Ingredientes para o arroz: 1 chávena de chá bem cheia de grelos grosseiramente picados, 1 chávena de chá de arroz, 2 1/2 chávenas de água quente, 2 dentes de alho, 1 cebola pequena, azeite e sal q.b.


(T)/(B): Colocar a cebola, a salsa e os cogumelos no copo da Bimby ou de uma picadora/liquidificador, e picar bem miudinho. Colocar a carne num recipiente fundo, temperar a gosto com sal e pimenta e envolver bem a mistura da cebola, salsa e cogumelos e a sopa de cebola. Pode fazer esta operação na Bimby, programando 1 minuto, vel 3-4.
Deitar o preparado dentro de um saco de plástico limpo e espalmar bem até preencher todo o espaço. Abrir o saco pelas laterais com ajuda de uma faca (como se estievesse a abrir uma carta). Dispor as fatias de queijo, fiambre e chourição a gosto e enrolar como uma torta, com ajuda do plástico. Unir bem as extremidades para evitar que o recheio saia. Transferir para uma assadeira com duas colheres de sopa de azeite.

Diluir a mostarda no vinho e regar o rolo. Dispor por cima e aos lados umas nozinhas de manteiga e levar ao forno a 180º durante aproximadamente 40 minutos, regando com o molho de vez em quando.


Prepare o arroz entretanto. Leve ao lume numa frigideira o azeite e os dentes de alho picadinhos. Deixe estalar. Junte os grelos e salteie durante uns minutos. Reserve. Pique a cebola e leve ao lume com o azeite num tacho. Junte os grelos e deixe cozinhar uns minutos. Junte a água quente e tempere com sal a gosto. Cozinhe em lume brando com o tacho tapado.



Deixar o arroz apurar um pouco já com o lume apagado e servir com o rolo fatiado.

24 dezembro 2008

All I want for Christmas is..

... paz! O ano está a terminar. Trouxe com ele um mundo de coisas novas, muita aprendizagem e um novo olhar sobre a VIDA. Os desejos para 2009 estão já pensados e este ano a tarefa das passas está já mais simplificada. O principal será, sem dúvida, paz, saúde, amor e união. Tudo o que de bom se lhe juntar é bem-vindo!

Vou aproveitar agora para recarregar baterias e descansar. Desejo a todos os que habitualmente me visitam um Santo Natal e um 2009 carregado de sonhos realizados.

Até breve!

19 dezembro 2008

Bolachas de corn flakes com pepitas de chocolate

Imagino que por esta altura as vossas cozinhas mais pareçam a fábrica de presentes do Pai Natal. : ) Na minha posso dizer-vos que já existem compotas e uma variedade grande de bolachinhas prontas a serem empacotadas. Na sala está instalada a área de arte finalização. Há de tudo, cestos, papel celofane, cartolinas de cores, laços e fitas de seda, fita-cola, tesouras e réguas. Este fim-de-semana promete!

Testei algumas receitas de bolachas e bolachinhas e ontem à noite não resisti a estas que tinha visto no blog da Marizé. Gostei bastante da consistência estaladiça delas. Na altura de as moldar apertei um pouco as bolinhas de massa com receio que se desmoronassem muito na cozedura, dai o aspecto delas, mais consistente e firmes do que as postadas pela Marizé. Mas adorei o resultado final!

Fiz algumas alterações a gosto e coloquei entre () as quantidades indicadas na receita original. Aqui fica:


Bolachas de corn flakes com pepitas de chocolate

Ingredientes: 125gr de manteiga sem sal, 130gr de chávena de açúcar mascavado claro (2/3 de chávena), 1 colher de chá de extracto de baunilha, 200gr de farinha (1 + 1/4 de chávena), 1 colher de chá de fermento, 2 colher de sopa (bem cheia) de leite (1), 40gr de corn flakes (1 chávena), 80gr de pepitas de chocolate negro (1/2 chávena)

(T): Peneire a farinha com o fermento e reserve. Amoleça ligeiramente a manteiga no microondas e bata-a com o açúcar e a baunilha até obter um creme. Adicione o leite e a farinha e bata até obter uma massa moldável. Use o gancho da batedeira e bata até a massa estar completamente aglomerada em volta do mesmo. Pegue na massa e com as pontas dos dedos desfaça-a até ficar em pedaços o mais pequenos possível. Deite os flocos de milho e o chocolate na tigela e cuidadosamente volte a unir a massa numa bola e ao mesmo tempo vá fazendo com que os flocos e as pepitas adiram à massa. Se necessário, repita a operação de “despedaçar” a massa e volte a unir numa bola. Molde bolinhas pequenas e coloque num tabuleiro de forno forrado com papel vegetal ou tapete de silicone. Leve ao forno pré aquecido a 180º durante 15 ou 20 minutos. Deixe arrefecer um pouco antes de transferir para uma grade e assim arrefecer completamente.

(B): Peneire a farinha com o fermento e reserve. Amoleça ligeiramente a manteiga no microondas e coloque no copo juntamente com o açúcar e a baunilha. Programe 5 min, 37º, vel 3. Deverá obter um creme fofo. Adicione o leite e a farinha e misture 15 seg, vel 5. Programe de seguida 2 min, vel espiga. Retire a massa para um recipiente e com as pontas dos dedos desfaça-a até ficar em pedaços o mais pequenos possível. Deite os flocos de milho e o chocolate na tigela e cuidadosamente volte a unir a massa numa bola, ao mesmo tempo que vai fazendo com que os flocos e as pepitas adiram à massa. Se necessário, repita a operação de “despedaçar” a massa e volte a unir numa bola. Molde bolinhas pequenas e coloque num tabuleiro de forno forrado com papel vegetal ou tapete de silicone. Leve ao forno pré aquecido a 180º durante 15 ou 20 minutos. Deixe arrefecer um pouco antes de transferir para uma grade e assim arrefecer completamente.


Notas:
- Caso queira umas bolachinhas mais compactas deve, ao formar cada bolinha, moldá-la e apertar um pouco a massa. Caso opte por esta solução deve espalmar um pouco a bola para que na cozedura não tenha dificuldade em "baixar".

15 dezembro 2008

Revuelto de esparguete, bacon e grelos

A correria dos últimos dias não deixa margem para grandes dúvidas nos menús de jantar.. Ou se come o que restou do dia anterior, ou se faz algo rápido, ou simplesmente se vai buscar ao pronto-a-comer vizinho.


A segunda opção é frequentemente requisitada e este prato é exemplo disso. Cá em casa tem várias designações, cosoante os ingredientes que leva e o dia em que é feito. Eu explico! Normalmente faço-o quando há sobras, o que acontece muitas vezes ao domingo ou à sengunda. Daí às vezes chamar-lhe Sunday ou Monday Pasta.
Desta vez mudei-lhe o nome porque o fiz à quinta, e porque como adicionei ovos ficou bem parecido a uns ovos mexidos mas com esparguete.


Designações à parte, e não entrando por aqui senão havia pano pra mangas (não é Ameixa?? lol), resta-me dizer que esta é uma refeição leve, que aceita qualquer tipo de ingrediente que se lhe adicione. O limite é mesmo a imaginação ou.... as sobras que há no frigorifico! ; )


Revuelto de esparguete, bacon e grelos

Ingredientes: massa esparguete, bacon em cubos, grelos cozidos, 2 dentes de alho, 2 ovos, 0,5dl de natas, azeite, sal e pimenta preta a gosto


(T): Cozer a massa al dente numa panela com água, sal e um fio de azeite. Escorrer e reservar.
Saltear os grelos numa frigideira com um fio de azeite e os dentes de alho bem picadinhos. Adicionar os cubos de bacon e deixar alourar uns minutos. Juntar o esparguete e envolver.
Bater os ovos com um garfo, juntar as natas e temperar com sal e pimenta preta moida.
Deitar os ovos por cima da mistura do esparguete, envolver bem e servir de imediato.



Boa semana!

Notas: Revuelto é a designação que os nuestros hermanos atribuiem aos nossos tradicioanais ovos mexidos.

10 dezembro 2008

Bolo de Fubá Delicia



Quem me conhece desde pequena sabe que eu tenho uma paixão enorme pelo Brasil, em especial pelo "português cantado" que lá se fala. Adoro! Lembro-me de, em miúda, brincar às telenovelas e passar o tempo a falar brasileiro. Às vezes até dizia que gostava de ter nascido no Brasil só para poder falar a lingua deles. E acreditem que ainda hoje é assim. A minha terapia para fazer uma boa pausa a meio do dia de trabalho, é ler alguns blogues culinários das amiguinhas virtuais da blogosfera. Divirto-me bastante com a forma como escrevem, com as expressões tão características e principalmente com a melodia das frases. E quando dou por mim, fico por momentos sem saber como falar e escrever português correcto..

Por essa razão e outras, e porque a partilha de experiências é uma máxima da minha vida, falei com a Ameixa para participar no Intercâmbio Culinário, o qual já visitava muito antes de ter o Figo Lampo. Daí até ao post de hoje foi tudo um ganho pessoal. Uma experiência, uma amiga, novas receitas e a confirmação de que até na área da gastronomia eu podia ter nascido brasileira. É que este bolo que escolhi não podia ser mais do meu agrado. Ficou bem do jeito que eu gosto (esta frase soou a brasileiro!)!

Agradeço à minha parceira maravilhosa, a Téia, a simpatia, alegria, carinho e as receitas partilhadas. É muito bom quando conhecemos as pessoas para lá dos posts dos blogs. Pena a distância que nos separa.. Estou certa que nos daríamos muito bem, até porque a Téia tem raízes portuguesas. Acho que lhe vou propor um intercâmbio, mas de residência (risos).
A receita que escolhi é um bolinho que faz as minhas delicias. Adoro goiabada e farinha de milho. Aliás, tento sempre usar a farinha de milho em vários cozinhados, doces ou salgados. Costumo fazer um bolo de fubá mas um pouco diferente deste e sem a goiabada. Tive foi um pequeno precalço com o forno que o deixou um pouquinho "moreno" demais. Mas estava delicioso na mesma!

As outras receitas que a Téia me enviou eu guardei para fazer depois, é claro! Não poderia perder a "chance" de passar mais uns momentos bem brasileiros. Ainda que sejam na minha cozinha! (risos)

Aqui fica a receita, retirada do livro "O Doce Brasileiro":



Bolo de Fubá Delícia (20 porções)

Ingredientes: 200g de manteiga, 3 ovos, 1 lata de leite condensado, 1/2 xícara de leite, 1 xícara de farinha de trigo, 2 xícaras de fubá (usei farinha de milho), 1 colher de fermento em pó, 1 xícara de goiabada cortada em pequenos cubos, farinha de trigo para polvilhar a goiabada

(t): Em uma batedeira, junte a manteiga e os ovos e bata até formar um creme fofo. Adicione o leite condensado em fio e continue batendo. Desligue a batedeira, acrescente o leite, a farinha de trigo, o fubá e o fermento. Misture muito bem. unte uma fôrma de furo central com manteiga (23cm de diâmetro) e despeja à massa. Passe os cubos de goiabada pela farinha, retire o excesso e espalhe os cubos sobre a massa, afundando-os levemente com o auxílio de uma faca. Leve para assar em forno médio pré-aquecido,por aproximadamente 30 minutos.


 
O único ingrediente que substituí foi a farinha de fubá por farinha de milho porque no hiper onde costumo fazer compras não havia no momento. A goiabada eu já conhecia. Encontra-se nos grandes supermercados, em latas redondas. Todos os outros ingredientes são habitualmente usados na nossa cozinha por isso este bolinho não tem dificuldade nenhuma.

Antes de finalizar este post não podia deixar de agradecer às meninas que fazem o Intercâmbio Culinário,
Axly, Ameixinha e Nana. Um grande beijinho para todas e uma continuação deste vosso/nosso projecto. Ahhh! Eu quero continuar a participar! : )

09 dezembro 2008

Chow mein de lulas e camarão

Há já algum tempo que andava para fazer este prato cá em casa. Não só porque somos apreciadores de comida chinesa mas principalmente porque os restaurantes chineses cá do sítio abusam na gordura e evitamos ir lá muitas vezes.

Gostei bastante do resultado final. Bem ao nosso gosto e bastante menos gorduroso que o que habitualmente comemos.

A receita é uma adaptação da do livre base da TM31 (vulgo Bimby) mas optei por fazer no wok. Aqui fica:

Chow mein de lulas e camarão

Ingredientes: 200 g de camarão, 1 cebola grande, 40 g de azeite, 1 pacote de massa chinesa, 1 lata média de cogumelos laminados, 1 lata pequena de rebentos de soja, 1 lata de rebentos de bambu, 1 cenoura grande laminada, 2 lulas grandes em rodelas, 1/2 caldo de marisco, 2 colheres de sopa de molho de soja, 0,5dl de vinho branco, sal e pimenta q.b.

(T): Hidratar a massa como indicado no verso da embalagem. Reservar.

Cozer o camarão, coar e reservar a água da cozedura. Descascar e reservar. Colocar o azeite no fundo do wok. Dispor por cima a cebola fatiada em meias luas não muito finas. Refogar uns minutos até ficar translúcida. Adicionar o vinho e as lulas e deixar cozinhar durante 15/20 minutos, mexendo de vez em quando. Juntar o molho de soja, a cenoura laminada, os rebentos de soja e de bambu e os cogumelos. Temperar com sal e pimenta a gosto. Cozinhar durante 15 minutos.
Desfazer o caldo de marisco em 2,5dl da água da cozedura do camarão e juntar ao preparado no wok. Juntar a massa e o milo de camarão e envolver bem. Deixar cozinhar 10 minutos.

Servir de imediato.

04 dezembro 2008

Salada de fusilli com rúcula, requeijão e presunto

Hoje o tempo não é muito e por mais que eu goste de um dedo de conversa convosco hoje vou ter que ir directa ao assunto, ou melhor, à receita.


A sugestão é leve, simples e muito saborosa, pelo menos para mim que adoro saladas de sabor italiano (risos). É que o sabor dos mix destes ingredientes não engana mesmo! Bom fim-de-semana prolongado pra todos!



Salada de fusilli com rúcula, requeijão e presunto

Ingredientes (para 2 pessoas): 150gr de presunto em fatias e em cubos, 1/2 pacote de massa fusilli, 1 punhado de rúcula selvagem, 200gr de requeijão, 2 metades de tomate seco


Molho vinagrete: 1 colher de chá de mostarda de Dijon, 2 colheres de sopa de vinagre de vinho, 1 colher de sopa de mel, 6 colheres de sopa de azeite, sal e pimenta a gosto

(T): Cortar o tomate seco em bocadinhos, bem como as tiras de presunto. Saltear o tomate e o presunto em lume baixo numa frigideira até tostar. Reservar.
Cozer entretanto a massa num tacho com água, sal e uma colher de sopa do azeite da conserva do tomate seco.
Transferir a massa para uma travessa. Cobrir com a mistura de tomate e presunto, a rúcola e o requeijão cortado em pedaços.


Para o vinagrete misturar todos os ingredientes num frasco e abanar bem até ficarem bem misturados.


Servir polvilhado com parmesão e regado com o vinagrete.

Receita adaptada da Salada de penne com espinafres e presunto estaladiço, da revista Blue Cooking de Outubro 2008.
Notas: Alterei os ingredientes e quantidades a gosto.

02 dezembro 2008

Un pain au chocolat, s'il vous plait!

Há uns tempos que andava com uma vontade enorme de voltar a saborear um daqueles pain au chocolat franceses. A última vez que o fiz foi há uns bons 16 ou 17 anos, em Paris. Mas parece que foi ontem. Aquele cheirinho que se sente nas boulangeries não deixa ninguém indiferente. E o sabor do pão quentinho com um café com leite deixa boas recordações. Era miúda mas ainda hoje me lembro de chegar ao balcão com os francos contadinhos fechados no punho, e em bicos de pés pedir: "un pain au chocolat et un café au lait, s'il vous plait". Pouco mais sabia dizer mas aquela frase que tinha aprendido no primeiro dia garantiu-me excelentes manhãs na boulangerie. : )

Em tempos procurei a receita na net e guardei algumas mas por lapso não anotei as fontes. No sábado finalmente decidi fazer os tão apetecíveis pães com chocolate. Foram uma agradável surpresa e hoje, 2 dias depois de os ter feito, comi um ao pequeno-almoço tão bom quanto os acabados de sair do forno (ver Notas).
E mais simples parece-me impossível. São amassados na MFP e depois basta apenas dar-lhes forma, recheá-los e levá-los ao forno. Et voilá!




Pão com chocolate (MFP)


Ingredientes (para 7 pães): 250gr de farinha, 1 colher chá sal, 1 saqueta de levedura em pó (Fermipan), 120ml leite à temperatura ambiente, 30gr de açúcar, 80gr de manteiga, 1 ovo batido para pincelar, chocolate negro em barra

Colocar todos os ingredientes na MFP pela ordem indicada e seleccionar programa amassar.
No final do programa retirar a massa, desgaseificar e formar um rectangulo com a juda do rolo.
Cortar em sete tiras iguais no sentido do comprimento (se preferir mais pequenos basta cortar tiras mais pequenas).
Colocar uma barra de chocolate no rebordo do ractangulo e enrolar duas vezes ou até meio do mesmo. Colocar outra barra no outro rebordo e repetir o processo.
Colocar os pães num tabuleiro de ir ao forno sobre um tapete de silicone ou papel vegetal com a "costura" para baixo. Levar ao forno a 50º durante 50 minutos para levedar.
Pincelar com o ovo batido.
Subir o forno para 180º e cozer durante aproximadamente 15 minutos ou até apresentarem um aspecto dourado.

Notas:- A massa fica extremamente fofinha e mantém-se assim durante alguns dias num saco bem fechado;
- Aconselho a usar bocadinhos de chocolate em vez de uma barra inteira;
- Caso não sejam consumidos no dia da confecção, sugiro que coloquem 15 segundos no microondas antes de os comer. Ficam excelentes!